À conversa com a Enfermeira Patrícia Jorge 6 – Amamentação!

6 Comentários

À conversa com a Enfermeira Patrícia Jorge 6 – Amamentação!

Um das maiores preocupações que as mães têm no fim da gravidez relaciona-se com a capacidade ou não de virem a amamentar o seu bebé.

Sendo uma capacidade inata que a natureza faculta a todos os mamíferos não há porque temer. No entanto, não deixa de ser algo novo para quem é mãe pela primeira vez. E compreende-se que tudo o que é novo pode causar uma certa ansiedade.

O maior conselho que posso dar a quem se encontra nesta situação é: deixe os receios de parte assim como os mitos populares que tanto nos fazem duvidar das nossas capacidades intrínsecas de “Ser Mãe” e siga os seus instintos maternais e as indicações dos profissionais de saúde que a acompanharam no pré, no parto e no pós.

O bebé de termo que nasce saudável possui inúmeras competências que facilitam o processo de amamentação. A maior prova disso é quando o bebé nasce e o coloca de barriga para baixo junto ao corpo despido da mãe e ele procura o peito e inicia os movimentos de sucção necessários para se alimentar.

Considerando o leite materno como o melhor alimento que o seu bebé pode ter desde o nascimento, não podemos esquecer que a amamentação não é apenas fonte de nutrição mas sim e também uma maneira do bebé obter calor, carinho, contacto e interação com a mãe, estabelecendo vínculos benéficos a curto e longo prazo.

No início pode custar… o peito dorido, os mamilos gretados, as contrações uterinas e até arranjar a posição mais confortável para ambos. Mas, ao fim de uma semana, já o fez tantas vezes que acabou por se tornar num ato tão natural como piscar os olhos. Sentir-se-à bem e voltar ao seu peso habitual será ainda mais rápido nas mães que amamentam.

Ofereça leite materno sempre que o seu bebé solicitar, sem se preocupar com os horários ou a duração de cada refeição. Num recém-nascido, e até este recuperar novamente o peso de nascença, os intervalos entre refeições não as refeições não devem ser superiores a 3h durante o dia e 4h durante a noite. Todos os bebés são diferentes mas o risco de perda de peso, de desidratação, de icterícia e de hipoglicemias aumenta substancialmente quando os intervalos entre as refeições são demasiado longos. Vigie sempre as fraldas do seu bebé para confirmar que têm urina em cerca de 6 vezes por dia. E lembre-se que, independentemente da cor ou aspeto, não existe leite materno forte ou fraco.

Se a sua decisão for amamentar, não duvide de si. Certamente será bem sucedida!

<3

__

Obrigada Enfermeira Patrícia pelas suas palavras, sempre bom ouvir e aprender consigo.

Nunca me esqueço o que em ajudou com os meus bebés.

 

 

À conversa com a Carmo Cambão!
À conversa com Nina Bessa
6 Comentários
  • Sílvia

    Responder

    Quanto tempo amamentou os gémeos?

    • Mariana Seara Cardoso

      Olá!
      Durante 4 meses e meio.
      Um beijinho.

  • click for more

    Responder

    I simply want to say I am just all new to blogging and absolutely savored you’re blog site. Almost certainly I’m want to bookmark your website . You amazingly have wonderful article content. Thanks a bunch for sharing with us your website page.

  • John Deere Technical Manuals

    Responder

    An impressive share, I just now given this onto a colleague who has been doing small analysis with this. And that he the fact is bought me breakfast since I found it for him.. smile. So ok, i’ll reword that: Thnx for your treat! But yeah Thnkx for spending enough time go over this, I’m strongly about it and really like reading more about this topic. If at all possible, as you grow expertise, does one mind updating your website with an increase of details? It’s extremely helpful for me. Huge thumb up because of this short article!

  • Edgardo Nevin

    Responder

    Hello, I discovered your weblog in the new directory of blogs. I dont know how your website emerged. Your weblog looks good. Enjoy a nice day.

  • Louisa Lambe

    Responder

    I’m impressed, I must say. Actually not often do I encounter a blog that’s both educative and entertaining, and let me inform you, you’ve hit the nail on the head. Your idea is excellent; the issue is something that not enough people are talking intelligently about. I’m very completely satisfied that I stumbled across this in my search for one thing relating to this.

Deixe um comentário