À conversa com a Patrícia Carrilho!

0 Comentários

Hoje a conversa é com a Patrícia, uma mãe muito querida que conheci quando estava a organizar a festa de anos dos gémeos.

Espero que gostem e que vos seja útil!

Beijinhos!

❤️❤️
Aos Pares: O que é para ti ser mãe?

P: É sentir um amor incondicional que nem sei bem explicar… Vai além de tudo! É ter um motivo todos os dias para sorrir e agradecer a Deus!

Aos Pares: Qual a tua reação quando soubeste que estavas grávida da primeira vez?

P: Sempre quis muito ser mãe, muito mesmo! Lembro-me que quando soube fiquei meio anestesiada e assustada… Com vontade de sorrir e ao mesmo tempo de chorar! Foi um misto de sensações… Tinha apenas 23 anos e senti uma enorme felicidade por poder ter uma extensão de nós neste Mundo, mas ao mesmo tempo a consciência da grande responsabilidade associada que isso traz!

Aos Pares: Sempre desejaste ter mais que um filho, qual o teu número ideal?

P: Gostava de ter 3 filhos! Já tive a sorte de ter um casalinho e com idades próximas… Além disso têm os dois manos mais velhos (quase 6 e 4 anos) da parte do pai, que amo de paixão, e que nos enchem ainda mais a casa… Agora quero dar-lhes o máximo de atenção e daqui a uns anos talvez pensemos novamente no assunto 😉

Aos Pares: As tuas gravidezes correram bem? Alguma recomendação para as grávidas?

P: Sinceramente, e não quero com isto assustar ninguém, não foi uma experiência nada agradável… Principalmente na primeira gravidez, sofri sempre imenso com os enjoos e vómitos durante os 9 meses… Nem sequer conseguia trabalhar ou conduzir ;(
A segunda gravidez já correu bem melhor e por vezes nem dava conta que estava grávida!
Não foi fácil mas valeu muito a pena 😉 e é esse o conselho que posso dar a todas as grávidas… Pensem na felicidade do momento em que irão olhar para o vosso filhote pela primeira vez, e tudo o resto passará ao lado e será secundário.

Aos Pares: O que levar na mala de maternidade?

P: Bodies com golinha, cueiro, touca, manta, fraldas de pano, escova de cabelo e lima, mamilos artificiais e, segundo a nossa pediatra, uma latinha de leite hidrolisado sem proteínas de leite de vaca, para evitar alergias caso seja necessário.

Aos Pares: Quais são as tuas rotinas diárias como mãe e mulher?

P: Todas as manhãs, antes de sair para o trabalho, tomo o pequeno-almoço com as crianças e o marido… Depois tento aproveitar alguns dos intervalos do meu dia para estar com as minhas amigas, almoçarmos juntas, beber um café e, claro, para cuidar de mim!
Mas há coisas das quais eu não abdico: em primeiro lugar, o tempo para os meus filhos… O banho, o jantar, as brincadeiras! Assim que chego a casa, largo tudo e a minha atenção é só para eles até irem dormir… E depois disso ainda volto ao trabalho no computador!
Sempre que posso também tento reservar momentos para estar a sós com o meu marido, jantar fora ou uma escapadela de fim‑de‑semana, por exemplo.

Aos Pares: Consegues conciliar a vida de mãe com o trabalho?

P: Sim, embora com algum esforço e por vezes com algum apoio. Não é fácil gerir uma casa, trabalho e filhos… Sou Delegada Comercial num grande laboratório da Indústria Farmacêutica, onde adoro o que faço mas que exige muito de mim e para além disso agora tenho o projeto “Menta Dourada”! Tive que mudar algumas rotinas no meu dia a dia… deixei de ver televisão e não perco tempo com coisas sem importância! Aos fins-de-semana, quando não tenho trabalho da Menta Doutada, tento ao máximo fazer programas giros com a família e compensar os filhotes pela semana de trabalho dos pais.

Aos Pares: Qual o papel do Pai aí em casa?

P: O Pai trabalha bastante e acaba por não conseguir estar tão presente nas rotinas diárias! Tenta compensar quando chega a casa com as brincadeiras e mimos no sofá, quando leva os meninos à escola, joga a bola com eles, e claro nos programas de fim-de-semana… Sempre a inventar brincadeiras e jogos que deliciam os pequenotes… Adoram o Pai!

Aos Pares: Qual o episódio mais divertido e o mais caricato que tiveste com os teu filhos?

P: No ano passado estava com o meu marido e com os 4 míudos, a fazer umas compras no supermecado, havia um carrinho de compras e lembraram-se que queriam ir todos lá para dentro… como é obvio não deixamos e desataram aos gritos, a chorar… A Maria Leonor com apenas 3 meses desata também em alto choro e de repente tinhamos meio supermercado a olhar para nós… a situação tornou-se desesperante mas ao mesmo tempo super cómica… eu olho para o meu marido e desatamo-nos a rir imenso!

Aos Pares: Qual o maior susto que apanhaste como Mãe?

P: Há meio ano o Pedro Martim começou a acordar a meio da noite com dores de cabeça (dizia ele…). Obviamente que fomos logo ao Neurologista Pediátrico que nos recomendou fazer uma Ressonância Magnétixa, porque supostamente uma criança de 2 anos não se queixa de dores de cabeça sem mais nem menos… Graças a Deus que estava tudo bem… mas foram dias de alguma angústia até ele fazer o exame e saber que estava tudo bem!

Aos Pares: És preocupada com a roupa dos teus filhos? Qual a tua loja preferida?

P: Sim! Gosto que estejam bem vestidos… Como os mais pequenos ainda não andam na escola, acabam por usar roupa prática e confortável em casa. Quando vou passear com eles, aproveito para os vestir de forma mais cuidada! Gosto de várias marcas, assim de repente passa-me pela cabeça: a Zara, Knot, Laranjinha, Pó de Talco, Letras Bordadas, Dot e Zippy.

Aos Pares: Qual o teu maior desejo e o teu maior medo como mãe?

P: O meu maior desejo é que sejam pessoas felizes, amadas e realizadas… Obviamente que terão os seus altos e baixos mas o mais importante é que nunca se desviem do seu caminho e que lutem sempre pela felicidade deles! E nós cá estaremos para os apoiar e acompanhar…
O meu maior medo, são os receios de todas as mães, que tenham algum problema de saúde, que alguém lhes faça mal… prefiro só pensar nas coisas boas!

Aos Pares: Como gostas de passar o teu tempo em família?

P: Adoro passear com os meus filhos, brincar com eles, ir à praia, à piscina, ao parque, passear pela cidade e mostrar-lhes as ruas e animação de Lisboa. Sempre que posso também gosto de ir ate Vila Real, Trás-os-Montes, onde nasci e onde tenho ainda toda a minha família! Os meninos adoram ir lá e matar saudades dos vovós maternos… Também adoro receber a família em nossa casa, cozinhar para todos, e também claro irmos jantar fora!

Aos Pares: Os filhos dão-nos muitas alegrias, qual a maior que tiveste?

P: Sem dúvida que sim! Acho que todos os dias sentimos isso, mas não me esqueço da enorme alegria que senti quando o Pedro Martim conheceu a irmã e lhe deu um grande beijo e abracinho!

Aos Pares: Recomendações pós-parto?

P: Descansar sempre que possível juntamente com os sonos do bebé e ter uma boa alimentação. E muita tranquilidade 😉

Aos Pares: Quias as roupas que recomendas às grávidas?

P: Vestidos! São muito práticos e versáteis.

Aos Pares: Férias com filhos, que sítios recomendas?

P: Nas férias rumamos sempre até ao Algarve, e normalmente vamos para Hotéis que tenham kids club, boas piscinas e sejam próximos da praia.

Aos Pares: Essencial no saco dos filhos para a praia ou piscina?

P: Protetor Solar Mineral, chapéu, braçadeiras, água e toalha!

Aos Pares: Essencial na mala de uma mãe para as férias?

P: Vestidos, Jumpsuits, bikinis, havaiannas, sandálias e todos os cosméticos essênciais para o sol.

Aos Pares: Com que idade levaste a primeira vez o teu filho à praia?

P: Aos 8 meses

Aos Pares: Recomendações para umas férias em família?

P: Descomplicar e descomplicar 😉 Recomendo andar sempre com comida e água por perto, fazer muitas brincadeiras ao longo do dia, tentar que durmam um pouco a meio do dia… e fechar os olhos ao caos em que a casa posso ir ficando 😉

Aos Pares: Como organizadora de eventos, qual o tema de festa mais difícil que te pediram?

P: “Os fósseis”

Aos Pares: Qual a festa que mais gostavas de organizar?

P: Estou ansiosa por organizar o batizado das tuas meninas! O espaço é lindo, vai ser ao ar livre… Tem um enorme potencial para explorar 😉

Aos Pares: Ser mãe é…

P: O melhor do Mundo!

Obrigada! <3

 

À conversa com a Mariana...
À conversa com a Mariana Amaro...
0 Comentários

Deixe um comentário