À conversa com Inês Plantier!

1 Comentário

 

Olá!

Hoje apresento-vos uma das minhas inspirações, uma Mãe de trigémeas VERDADEIRAS!! Além delas ainda tem um rapaz pouco mais velho. É como cá em casa, 3 girls e um boy, adoro. 🙂

É um exemplo de uma mãe prática e despachada!

Uma inspiração que todos vão querer ler e conhecer.

Parabéns Inês por esta família espetacular.

Obrigada pela partilha. 🙂

Blog Aos Pares entrevista Inês Plantier 🙂

Aos Pares: O que é para ti ser mãe?

I: Ser mãe é a coisa mais extraordinária que me aconteceu na vida. É um sentimento único saber que nasce alguém que passa a ser da nossa responsabilidade e a coisa mais importante da nossa vida.

Aos Pares: Qual foi a tua reação quando soubeste que estavas grávida? E quando percebeste que eram 3?

I: Eu já tinha um filho, o Pedro Maria, e soube numa primeira consulta que estava à espera de bebé. Uma semana depois fui ao Hospital com o Pedro (Pai) e viram o segundo… entrei em pânico. Nunca pensei que podia ter gémeos, não temos gémeos na família! O Pedro Maria tinha menos de 1 ano e era uma criança difícil, chorava imenso e não dormia. Achava que não ia aguentar. Mal sabia eu que na ecografia dos 3 meses iam ver a terceira! Nesse momento fiquei preocupada porque era mesmo fora do comum estar à espera de bebé de trigémeas verdadeiras…

Aos Pares: Como foi passar de 1 para 4 filhos?

I: Foi e continua a ser uma loucura! Mas numa primeira fase, tivemos que mudar quase tudo na nossa vida. Mudámos de casa, de carro, de rotinas e definitivamente, de prioridades! Mas a compensação é enorme!

Aos Pares: Sempre desejaste ter mais que um filho, qual o teu número ideal?

I: Por acaso, quando era mais nova queria ter 4. Mas quando tive o meu filho, achei que era melhor ter mais 1 ou 2 no máximo ahahaha

Aos Pares: A tua gravidez correu bem? Alguma recomendação para as grávidas durante a gravidez?

I: Adorei estar à espera de bebé! As minhas duas gravidezes foram santas! Com as trigémeas tive que ter alguns cuidados. Mas procurei fazer a minha vida (quase) normal, pois senti-me sempre lindamente. Recomendações: ter 3 cremes diferentes para as estrias e ir alternando, para o corpo não ganhar habituação e claro a água é a nossa maior aliada durante este período. Uma alimentação saudável também é fundamental!

Aos Pares: O que levar na mala de maternidade?

I: As manas nasceram na Maternidade Alfredo da Costa, por isso não podia levar nada:) mas para o meu primeiro filho levei a casa toda! Mas os essenciais foram: roupa para o bebé separada por dias e levar pelo menos mais 3 roupas suplentes e bodies interiores aos montes para ir substituindo. Na verdade, o Hospital tinha quase tudo menos a roupa.

Aos Pares: Quais são as tuas rotinas diárias como Mãe e Mulher?

I: Acordo todos os dias antes das 7. Durante a semana, faço as lancheiras para a escola antes de os acordar. Depois, eles vestem-se (farda da escola) e vamos tomar o pequeno almoço (os 6). Torradas, ovos mexidos e sumos naturais! O Pedro leva-os à escola e eu ou vou ao ginásio ou vou para o nosso Clube de Padel. Trabalho, mas há pouco tempo consegui ter um horário flexível para poder ir ao supermercado, ir buscá-los à escola, levá-los às atividades etc… Depois das atividades e trabalhos de casa, vão tomar banho elas 18h30 e jantamos às 19h30.
Às 20h30 elas vão dormir e as 21h o irmão mais velho.

Aos Pares: Consegues conciliar a vida de mãe com o trabalho?

I: Sou bastante organizada e prática. Até há bem pouco tempo, estive a trabalhar numa empresa que tinha horários e correu tudo bem. Claro que dá muito trabalho e é bastante cansativo mas hoje em dia eles já estão mais independentes e ajudam-se uns aos outros.

Aos Pares: Qual o papel do Pai aí em casa?

I: O Pai, apesar do seu trabalho, tem um papel bastante presente na vida dos filhos, tenta o mais possível chegar a horas do jantar e ajuda-me sempre a deitá-los. Ao fim de semana, tentamos fazer programas os 6 em outdoors e o Pedro adora brincar com eles. De manhã é o Pedro que faz o pequeno-almoço para todos!

Aos Pares: Qual o episódio mais divertido e o mais caricato que tiveste com os teus filhos?

I: Uma vez a caminho do Algarve, em pleno Alentejo, com 40 graus de calor… estragou-se o ar condicionado da nossa carrinha. Resultado: parámos na próxima bomba e comprámos um borrifador, o resto do caminho foi de janelas abertas e a borrifar os miúdos de 10 em 10 minutos. Eles adoraram a brincadeira e foi bastante caricato!

Aos Pares: Qual o maior susto que apanhaste como Mãe?

I: Foi num Mercado de roupa! As gémeas eram recém-nascidas e ficaram em casa. Levei o Pedro Maria que tinha 1 ano e meio e ficou na zona das crianças com vigilância. Quando o fui buscar, ele não estava! Não sabiam dele… Confesso que fiquei histérica. Corri cima a baixo à procura dele e foram os 10 m mais compridos da minha vida! E estava com uma senhora à minha procura! Um grande susto mesmo!

Aos Pares: Qual o maior desafio de ser Mãe de trigémeos?

I:A maior dificuldade que sinto é distribuir a atenção pelos 4…não é nada fácil! Eles são muito exigentes (como qualquer criança, acho eu) e às vezes dou em doida.

Aos Pares: O que te dizem na rua quando sais com as 3?

I: Fazem o maior sucesso! Como estão sempre vestidas de igual e têm o mesmo corte de cabelo, mesma altura, peso etc… as pessoas percebem logo e fazem imensas perguntas

Aos Pares: És preocupada com a roupa das tuas filhas? Qual a tua loja preferida?

I: Adoro vestir os 4, são os meus bonecos ahahaha. Mando vir muita coisa de fora mas cá compro bastante na Gocco.

Aos Pares: Qual o teu maior desejo e o teu maior medo como mãe?

I: O meu maior desejo é que os meus filhos sejam felizes e saudáveis e tenho medo de falhar na educação deles.

Aos Pares: Como gostas de passar o teu tempo em família?

I: Adoro fazer programas em família. Nós somos 6 irmãos e os meus pais proporcionaram-nos uma vida em família constante. Vamos muito andar os 6 de bicicleta, almoçar ou jantar fora, cinema, picnics, passeios.

Aos Pares: Os filhos dão-nos muitas alegrias, qual a maior que tiveste?

I: Para mim, ver que eles são miúdos saudáveis e felizes é o mais gratificante!

Aos Pares: Recomendações pós-parto?

I: Tentar levar as coisas com calma, se já tiver mais filhos dar-lhes atenção especial e incluir o marido sempre! Fisicamente, tentar descansar sempre que possível; continuar a usar os cremes anti-estrias; fazer desporto e tentar organizar as coisas de forma a ter tempo para si própria.

Aos Pares: O que recomendas em especial para uma Mãe de trigémeos?

I: Muita organização e paciência! Dá mesmo muito trabalho mas a compensação é mil vezes maior.

Aos Pares: Essencial para o verão?

I: Praia! Adoram…

Aos Pares: Sugestão de um programa de verão?

I: Além dos programas típicos, adoram ir à Feira do Artesanato do Estoril comer pão com chouriço (fazia sempre com os meus irmãos); vamos muitas vezes andar de bicicleta no paredão ao fim do dia e jantamos lá (depois Santini obrigatório!).

Aos Pares: Ser mãe de trigémeas é…

I: A melhor coisa do mundo! Um amor incondicional.

Obrigada! <3

À conversa com a Nutricionista Sara Biscaia Fraga – 3
À conversa com Marta Paúl! 
1 Comentários
  • Rosário Meirelles

    Responder

    Fantástico!!! Parabéns!

Deixe um comentário