A higiene íntima não é só para as mulheres crescidas! 

6 Comentários

A higiene íntima não é só para as mulheres crescidas! 

A higiene íntima ainda é um tema meio tabu e poucas pessoas o abordam abertamente. Contudo, este assunto é de extrema importância e fiquei a saber que não se destina apenas a mulheres adultas, mas também para as crianças, a partir dos 3 anos de idade (sendo que mesmo antes devem ser tidos vários cuidados).

Assim como existem produtos específicos para o cabelo e para o corpo, existem também produtos específicos para a zona íntima feminina. Afinal, da mesma forma que não lavamos o cabelo com pasta de dentes, não devemos lavar a zona íntima com gel de banho, pois este não tem os componentes nem o pH ideais para esta zona.

Eu confesso que só há pouco tempo mudei este hábito e a verdade é que me sinto muito melhor!

E, como é desde pequeninos que ganham os bons hábitos, já comecei a ensinar a Matilde, que deve ter cuidado e lavar a zona do pipi com um produto diferente do seu gel de banho. O gel de banho é um produto agressivo para a zona íntima, que pode provocar irritações, comichões ou vermelhidões.

Nestas idades, em que inclusivamente as meninas ainda não limpam bem o rabo e o pipi, quando vão à casa de banho, e deixam muitas vezes as cuecas molhadas, é importante tomar precauções!

Lactacyd lançou Lactacyd Girl para vir ajudar e facilitar a vida das nossas filhas e ensiná-las que desde pequenas podem cuidar da sua higiene íntima.

O produto tem uma fórmula suave, sem álcool nem parabenos, enriquecido em Aloé Vera e com aroma de pêssego, que é bom para as nossas filhas gostarem. 🙂 Mais importante, é que tem o pH adequado à pele e à zona para a qual foi criado, o que não acontece com o gel de banho.

Ainda não estou a explicar às três, mas já todas podem usar. Estou a ensinar primeiramente à Matilde e assim, depois ela ajuda-me a incutir este habito às irmãs.

É um produto que dura bastante tempo e é económico, uma vez que a embalagem de 200ml custa 11,99€. Logo, não é nenhum peso para o orçamento e vai ajudar a poupar em visitas ao médico, devido a dores, infeções e outras chatices que a zona do pipi às vezes provoca nas crianças.

Espero que esta informação tenha sido útil. Eu aprendi isto tudo na apresentação do produto, a ouvir duas médicas especialistas no assunto.

Temos de mudar estes hábitos, pois em Portugal é uma vergonha, já que apenas 40% das mulheres utilizam produtos específicos para a zona intima. Podemos desde já começar por ensinar as nossas filhas e assim mudar estes números.

Caso tenham dúvidas ou questões podem deixar aqui, que ajudo ou podem falar com os vossos médicos.

Beijinhos

 

Surpresa - Fiquei emocionada e feliz com os meus filhos!
Irmãos dividirem quarto: sim ou não?
6 Comentários
  • Susana silva

    Responder

    Olá boa noite!
    É mesmo seguro para uma criança?

    • Mariana Seara Cardoso

      Olá!

      É sim, foi apresentado por vários médicos. 🙂
      Obrigada.
      Mariana

  • Verônica Gomes Laurindo

    Responder

    A palavra rabo tem alguma substituição? Palavra forte para português infantil,para a idade na qual o produto se destina.
    Gostaria de explicação.

    • Mariana Seara Cardoso

      Olá!
      O produto é recomendado a partir dos anos. 🙂
      Obrigada

  • Fabiana de Lima

    Responder

    Quanta bobagem rabo bumbum bunda é tudo a mesma coisa o importante é desde já ensinar as meninas a se cuidarem e quando chegar a vida adulta elas com certeza estarão bem informadas sobre o assunto linguajar pra mim é o de menos o mais importante de foto é ficar na saúde íntima

  • Ana Melo

    Responder

    Eu já uso há muitos anos, porque fazia frequência infecções urinárias desde criança. E quando fui mãe e chegou a idade adequada, por volta dos 5, transmiti e ensinei à minha filha. Mas usei sempre da Leti (pediátrico), qualquer dia vou experimentar desse para a mais nova, ela adora tudo que seja cor de rosa.

Deixe um comentário