A nossa aventura em Londres, parte 1!

1 Comentário

A nossa aventura em Londres, parte 1!

Olá!

Hoje vou contar-vos sobre a nossa aventura em Londres: o que fizemos, como correu viajar com dois filhos (sozinha) e como se portaram.

Ter o meu irmão a viver em Londres despertou esta vontade de os levar a ver onde morava o tio. Já tinham perguntado muitas vezes e, mesmo eu, ainda não o tinha visitado, era a única lá de casa em falta.

A felicidade da Matilde e do Tomás quando lhes contei foi enorme, mas acho que não tinham, nem um pouco, noção da aventura que iam viver.

Confesso que não pensei muito em logísticas quando comprei a viagem, apenas me deixei levar pela vontade de ir com eles visitar o tio.

Quando se começou a aproximar a data a comecei a pensar na logística… começaram as dores de cabeça. Desde logo, tive alguma dificuldade em decidir o que ia levar, que tipo de malas… Em qualquer caso, era certo que o carrinho tinha de ir – passear com eles em Londres sem carrinho não ia ser opção; o cansaço não iria permitir-nos passear e aproveitar Londres, uma cidade com tanta coisa para lhes mostrar e que muitas podíamos fazer a pé!

Optei por uma mala grande para todos e por simplificar a roupa, não “exagerar” – como normalmente faço. Desta vez sozinha não dava MESMO!! Roupa quente, partes de baixo a mais para se existisse algum azar e, para mim, as roupas já todas definidas! Correu bem e superei-me, nunca tinha levado tão pouca coisa, normalmente ponho várias coisa e depois decido, nunca penso muito, pelo que foi um bom exercício. 🙂

Mal cheguei ao aeroporto, despachámos a mala, assim ficava só com as mochilas de cada um e o carrinho, mais fácil para empurrar e levar! 🙂

A viagem correu lindamente, foram a ver tablet uma parte e outra a dormir. O tablet foi um bom amigo da viagem, fiz mesmo bem em levá-lo; não para usar lá, mas nas viagens era uma grande ajuda para os manter bem comportados e sentados no carrinho e avião. 🙂

Chegámos sábado à tarde e apanhámos um autocarro para ir ter ao centro de Londres com o meu irmão, mais precisamente Victoria que é a zona onde mora. Os miúdos chegaram muito bem dispostos e entusiasmados, ansiosos por chegar perto do tio e ver a sua casa. 🙂

A logística de empurrar a mala e o carrinho correu bem: arranjei uma maneira de empurrar os dois e foi perfeito, a mala tinha de ter 4 rodas, se não era impossível!!

Por incrível que pareça nenhum dos dois fez birras. Normalmente, a Matilde ainda faz muitas, mas percebeu que eu estava sozinha pelo que colaborou!

Acho que este tempo a três lhes fez bem e valorizaram ter a Mãe só para eles. Não é fácil ter, todos os dias, de partilhar a minha (nossa) atenção. No seu inconsciente querem ter atenção só para eles. Por tudo isso, estes dias foram maravilhosos.

Para este post não se tornar demasiado extenso, continuo num novo apenas com a viagem em si.

❤️

A nossa aventura em Londres, parte 2!
O reencontro e a viagem atribulada!
1 Comentários
  • Teresa

    Responder

    É preciso coragem! Mas tem sorte por ainda andarem bem no carrinho! O meu tem 3 anos e já não quer carro! Resultado… ou vai a pé e andamos pouco ou vai ao colo que já é muito difícil… Era mais fácil ir viajar com ele quando era bebé!

Deixe um comentário