A superproteção faz bem aos nossos filhos?

3 Comentários

A superproteção faz bem aos nossos filhos?

Há quem defenda a superproteção, e eu até consigo perceber, mas acho que a longo prazo pode não ser bom para os nossos filhos.

Com 4 filhos confesso que nem sequer tenho tempo para superproteger os meus filhos…

Tenho cuidados específicos com algumas coisas, mas com outras sou muito relaxada.

Estarei bem ou mal? Não sei, tento seguir o meu instinto. Os exageros não são bons para nada, acho que temos de ser protectores mas não em demasia, eles têm de explorar, ir vendo e conhecendo, e às vezes terem desilusões, à medida que crescem.

Muitas vezes é difícil percebermos se os estamos a deixar ir depressa demais ou se estamos a controlar demais, eles têm de tentar fazer as coisas sozinhos, temos de os deixar, mas às vezes é difícil e muitas vezes o difícil é saber quando estamos a proteger demais.

Tento que os meus filhos sejam autónomos, como são 4 não consigo estar em cima de todos a 100% ao mesmo tempo, mas também sinto que preciso de ajudá-los e às vezes fico frustrada de não conseguir fazer mais por falta de tempo individual. É bom dar-lhes autonomia mas também é bom ajudar, proteger, é difícil perceber onde é o equilíbrio…

Acho que a superproteção pode criar maus hábitos para o futuro…

É uma questão difícil e que dá sempre discussão, porque nem sempre temos a mesma opinião.

O que acham de tudo isto? Tenho alguma curiosidade…

Até onde devemos proteger os nossos filhos?

 

Programas fim-de-semana 2 e 3 de Fevereiro!
Separar ou não separar os gémeos?
3 Comentários
  • Marta

    Responder

    Boa noite, nunca comentei nada mas sigo o seu blog desde que as gémeas nasceram. Não sou mãe e tenho apenas 20 anos, mas como estudante de Psicologia tenho aprendido que a sobreproteção impede as crianças de desenvolverem estratégias para lidar, autonomamente, com as dificuldades – precisamente porque as priva de situações que requerem essas competências, ou estas são “geridas” pelos pais 🙂

  • Marta

    Responder

    (Quase sinto que conheço os seus filhos de os seguir há tanto tempo, é tão bom vê-los crescer por aqui 😉 )

  • Maria faria

    Responder

    revejo me nesta sua questão ,tenho também 4 filhos agora já todos maiores de idade sempre os protegi q.d ate hoje fica sempre a dúvida ! O certo é que segui os meus instintos e se volta se atrás faria da mesma maneira com toda a certeza pois de uma coisa tenho a certeza temos de lhes dar confiança e liberdade para serem autonomos ganharem asas e puderem voar .

Deixe um comentário