À conversa com Terapeuta do Sono, Mafalda Navarro – 2

À conversa com Terapeuta do Sono, Mafalda Navarro – 2

Hoje a terapeuta do Sono, Mafalda Navarro vai falar sobre o final do dia das crianças. Uma altura do dia que pode passar da melhor hora à pior num instante.

Espero que gostem e que mais uma vez, seja útil! 🙂

___

O final do dia das crianças 

O final do dia é uma altura do dia que pode passar de maravilhosa a caótica num instante. Nós, pais, estamos cansados, tivemos todo o dia a correr para nos despacharmos para ir ter com a família e, muitas vezes a comer mal e quando foi possível, para além disso, ansiosos que chegue a hora de ir buscar os filhos à escola, ou de os encontrar em casa.
No entanto, por vezes, quando chegamos a casa o pandemónio já está instalado, as crianças também estão cansadas, tiveram um dia cheio de atividades, provavelmente não dormiram tudo o que precisavam e, claro, também têm saudades dos pais, nesse momento quase que apetece voltar para o stress do trabalho :/, mas temos que nos colocar no lugar deles, pois tudo o que necessitam é bastante atenção e colo dos pais.

Como esta altura do dia pode ser muito complicada, gostava de deixar umas dicas para a melhorar, no fundo tentar tornar estes finais do dia em tempo de qualidade pais/filhos.

Enquanto terapeuta do sono, porque dou tanta ênfase a estas horas do dia? Em primeiro lugar porque dou muita importância ao tempo que os filhos passam com os pais, onde trabalham a segurança e confiança, que depois precisam para dormir bem de noite.

Por outro lado porque se os nossos filhos estiverem demasiado cansados a esta hora pode ser um indicador de que dormiram pouco durante o dia, e ainda de que vai ser difícil depois para eles manterem o sono durante a noite. Uma criança que esteja demasiado cansada dificilmente vai ter um sono tranquilo e reparador.

A primeira dica será termos em atenção se o nosso filho dormiu o necessário durante o dia. Embora existam tabelas e gráficos de quantas sestas deveriam ter cada criança, prefiro aconselhar os pais a olharem para o filho que têm. Eles dão-nos sinais de sono suficientes para percebermos de quantas sestas precisam. Se ele chegar à hora do jantar tão rabugento que não come o suficiente, provavelmente precisa ainda de uma pequena sesta ao final do dia.

Outro aspeto importante é a hora do jantar. As crianças estão preparadas para jantar bem mais cedo do que nós pensamos. A partir das 18h30m ou 19h eles já têm fome suficiente para comer. Sei que por vezes este horário não é viável, tendo em conta as horas a que chegamos a casa.

Quando assim é devemos avaliar a necessidade de dar um segundo lanche aos nossos filhos.

Lembremo-nos que também nós ao final do dia temos mais fome, devido ao cansaço acumulado. Eles são iguais. Mesmo que não seja possível que eles estejam a jantar às 18h30m, vamos tentar que seja o mais cedo possível, para que jantem com tranquilidade, e seja, mais uma vez, um tempo de qualidade com os pais, em que comem o necessário para que não acordem de noite a pedir leite.

Gostava de realçar que esta altura do dia pode ser um momento óptimo para os filhos estarem com os pais. Tentem estar com eles à mesa, mesmo que não estejam já a jantar. A nossa tendência pode ser ir arrumando a casa enquanto eles comem, quando já o fazem sozinhos, mas deixemos a loiça para lavar depois. É um momento maravilhoso para nos relacionarmos, perguntar como foi o dia, dar importância ao que eles têm para dizer, ou, quando são mais pequenos, conversar com eles, mesmo que ainda não nos respondam.

A última dica será a tolerância. É de facto preciso muita paciência para ter um final de dia calmo (vamos guardar o nosso cansaço para quando o marido/mulher chegar e descarregamos neles). Mas, sendo racionais, o nossos filhos não têm culpa do nosso cansaço, e nós vamos beneficiar também se lhes dermos tranquilidade e momentos prazerosos a esta hora. Uma criança feliz dorme muito melhor!

__

Se quiserem falar mais sobre este assunto podem deixar as vossas perguntas aqui. Podem também ver esta página e saber mais sobre a terapia do sono.

Beijinhos,

 

Related Posts

Discussion about this post

  1. […] conteúdo À conversa com Terapeuta do Sono, Mafalda Navarro – 2 aparece primeiro em Aos […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *