Gerir estudos e não estudos!

6 Comentários

Gerir estudos e não estudos!

Este inicio de ano letivo tem sido um verdadeiro desafio, em todos os aspetos!

Não me vou queixar, pois está a correr bem, mas não tem sido um ano nada fácil.

É um ano cheio de mudanças e com o covid à mistura, ainda veio baralhar mais um pouco as coisas.

O grande desafio é conseguir dar atenção a todos e responder às necessidades dos 5, sendo que ao bebé tento “atender” durante o dia, quando os mais velhos estão na escola.

Os mais velhos estão numa fase de adaptação à escola dos crescidos e têm de adquirir novos hábitos como estudar e fazer trabalhos de casa e a cada semana a coisa vai-se tornando mais exigente. Não sei o que sentem, mas por aqui sinto isso, que tenho que ter mais tempo com eles para estudar, treinar exercícios e fazer trabalhos de casa enquanto as mais pequenas me chamam e pedem também atenção para brincar.

Tento dar tarefas às gémeas para conseguir estar com a Matilde e o Tomás mais sossegada, mas muitas vezes elas querem ver e aprender e ficam sentadas a olhar, de chorar a rir porque ficam mesmo atentas e não abrem a boca!

Este ano está a ser o mais complicado até agora, é uma grande mudança ter filhos que já precisam de estudar e que não o conseguem fazer sozinhos!

Estou na fase de testar ainda a melhor maneira de levar tudo… e por aí como tem corrido o ano escolar? Também têm irmãos em fases diferentes de aprendizagem?

Contem-me coisas 🙂

A minha história, a minha infância, o amor!
Sem surpresas até agora!!
6 Comentários
  • Ana

    Responder

    Ainda hoje estive em linha com a professora… o terceiro ano é muito exigente e o ritmo de trabalho dele não é bom, tenho receio k perca matéria á conta da distração … e vou mesmo implantar novos hábitos de estudo, efetivamente hoje caiu-me a ficha a sério … é que nem a propósito… mas la está ele a fazer 9 anos este domingo e a Diana com 1 ano tenho alguma dificuldade, não imagino por aí

    • Tânia CruZ

      Eu não me sento a estudar com os meus filhos. Tento sempre que sejam autónomos o máximo possível. A única coisa que faço é perguntas. Tenho 1 no primeiro ano e outro no 5° . São duas adaptações.
      Vai correr bem, com calma.
      Beijinhos e boa bsorte

  • Claudia

    Responder

    Tenho um bebé com dois anos e um filho no segundo ano. Aqui vou tentando que ele faça as coisas sozinho e só depois vou ajudar se necessário. Durante o confinamento foi muito complicado mas conseguimos. Por exemplo, ao fim de semana quando o bebé faz a sesta o mais velho estuda e faz os trabalhos com mais atenção.

    • Mariana Seara Cardoso

      Não é fácil! Tudo a correr bem

  • Teresa

    Responder

    Uma no 1o ano e outra de 3 anos… o pior são os dias em que chego a casa as 20:30… peço a avó para a por a fazer os trabalhos de casa que felizmente não traz todos os dias! E agora estamos em isolamento 2 semanas e tenho estado a tentar que não perca nada da escola… mas eu não tenho jeito para ensinar nem paciência… e com a mais pequena ao lado sempre a comentar!!

  • Ana

    Responder

    Força. Gosto muito de acompanhar o blogue

Deixe um comentário