O regresso da Carminho e da Francisca!

1 Comentário

O regresso da Carminho e da Francisca! 

Começar a escola para estas duas bonecas foi mais difícil do que para os mais velhos, apesar de eu achar que ia ser ao contrário. Para elas ia ser a mesma escola, a mesma professora e os mesmos amigos, mas o fato de terem ficado quase 7 meses em casa não ajudou. 

Nos primeiros dias choraram sempre e eu fiquei com um nó gigante na garganta, mas, ao mesmo tempo sabia para onde iam e sabia que estavam bem. Para além disso, têm a sorte de serem pequenas e nestas idades as restrições devido ao Covid serem menores…assim pelo menos não notam tanto!

É certo que vai ser um ano diferente, mas não acredito que seja pior e agora já está toda a gente mais preparada. Os amigos só lhes diziam que tinham saudades porque não as viam há muito tempo, pois muitos voltaram a ir à escola quando esta abriu, mas elas, pelo nosso Xavier nunca mais tinham ido.

Esta semana já está a correr melhor e já andam mais felizes. Agora só têm um drama, ahaha, dizem que os manos têm mais sorte porque têm um lanche ótimo, que a Mãe faz, e elas não. 🙁  Já lhes expliquei que na escola dos manos os pais é que têm de fazer o lanche e que para o ano vão poder levar o que quiserem escolher. ahaha 

Que todos os problemas fossem esses! Fico contente desta semana já não chorarem e de estarem felizes. Elas estão a precisar muito de rotinas porque estiveram muito tempo em casa e as birras agora nos últimos tempos eram muitas e eu estava mesmo a precisar da escola para me ajudar!  Sei que foi duro também para eles ficarem sem nada do que estavam habituados, mas todos os pais tentaram dar o seu melhor nestes últimos tempo!

Estamos todos de parabéns, porque não foi fácil gerir tanta coisa. 

O regresso à escola por aí correu bem? Ou quem ainda não foi, já tem tudo preparado? 

Boa sorte a todos neste regresso e que as vossas famílias estejam todas bem e protegidas.

Os primeiros dias da Matilde e do Tomás - Primeiro Ano!
1 Comentários
  • Mário

    Responder

    “… mas o fato de terem ficado”
    Que fato?
    Ou quererá dizer facto.
    É ir à priberam em caso de duvida.

Deixe um comentário