Paris a dois!

0 Comentários

Paris a dois!

Já gostava de Paris, mas desta vez fiquei apaixonada, nada como fazer boas caminhadas com tempo e ficar a conhecer bem a cidade.

Tinha ido a Paris duas vezes, uma com 7 ou 10 anos e outra há dois anos, mas o meu marido nunca tinha ido.

Aproveitei que tenho amigos lá a viver e umas viagens baratas e lá fomos conhecer Paris a fundo.

Fomos de sábado a quarta, ir durante a semana é muito melhor porque está tudo mais vazio e menos turistas a passear, ou seja, acabamos por ser privilegiados.

Chegámos e a cidade estava com neve, e nalguns sítios estava mesmo cheia de neve!!! Ficámos logo contentes, pois com neve fica tudo mais bonito. Ficámos a dormir ao lado da Place de la Bastille, super central, o que fez com que andássemos muito a pé, 20km por dia!!!

Demos um passeio pela zona e fomos almoçar a um restaurante muito bom e barato – Le Pause Café, tudo bem apresentado, nada pretensioso e cheio de pinta, empregados hiper simpáticos, ficámos logo com boa impressão.

Por incrível que pareça e para combater tudo o que estava à espera, só fomos a restaurantes giros e baratos, a refeição mais cara que fizemos foi 50€ (casal)!! Achava que não era possível, e digo-vos, tudo sítios giros, bom ambiente e bem situados!!! Foram quase todos recomendados pelos nossos amigos e muito bem. Lisboa dentro deste estilo, está muito mais cara. Em Paris as coisas do dia a dia, o essencial, é muito barato, luz, água, comida…não é caro, o que é caro é o álcool, os refrigerantes e tudo o que não é essencial para viver. Em todos os locais que fomos colocavam-nos pão e água na mesa sem qualquer custo.

Depois do almoço começámos a descoberta da cidade, fomos de metro até ao Arc de Triomphe, e daí começámos a descer para os Champs Élysées, fomos à Toure Eiffel, Jardin des Tuileries, Museu do Louvre, rua do Rivoli, Marais até à Place De la Bastille, ou seja, casa. 🙂 No caminho parámos para lanchar um chocolate quente e um croissant num café chamado La Favorite, em Marais, muito giro, andámos de Lime e namorámos muito!! Passámos em casa e fomos jantar com os nossos amigos a mais um spot giro e mais uma vez nada caro: Café de L`Industrie, um bife tartaro delicioso segundo o meu marido!! 🙂 Demos um passeio, bebemos umas cervejas e fomos dormir, o dia tinha sido longo, acordámos de noite para ir para esta aventura tão boa! 🙂

No segundo dia acordámos e tínhamos um mercado na Place de la Bastille, cheio de coisas boas, frutas, pão, legumes, massas, peixe, queijos , roupa, tudo o que um mercado tem! Parámos para tomar o pequeno-almoço mesmo na praça, no café Bastille, um chocolate quente muito bom! 🙂 Fomos andando até Saint Germain onde iríamos passar uma parte do dia. No caminho parámos em alguns spots giros, de salientar o Institut du Monde Arabe, que tem uma fachada e vista linda!!! Passeámos bastante, entrámos em mil sítios bonitos e imponentes, esta cidade é mesmo isso, imponente e cheia de coisas para ver, visitar a andar dá para conhecer bem. Parámos para almoçar numa rua muito gira no restaurante Margherita, um restaurante italiano cheio de pinta e recantos! Saímos e fomos diretos ao Musée du Luxembourg que tem uns jardins muito bonitos, continuámos até à livraria Shakespeare and Company, que é um ponto obrigatório de visita, comprámos um livro muito giro para o Tomás “Darth Vader and Son” (amou). Continuámos a andar até ao próximo destino, debaixo de neve, lindo, mas um gelo! 🙂 Fomos conhecer a Cathédrale Notre-Dame, mais um marco de Paris e muito imponente, sentimo-nos, reflectimos e continuámos o nosso passeio até ao Centre Pompidou: LINDO! O edifício é moderno e muito interessante, tem a maior biblioteca que alguma vez vi, impressionante, cheio de pessoas a ler, estudar, trabalhar, tudo dividido por áreas, depois tem a parte de exposições, umas permanentes e outras que vão rodando. Vale mesmo a pena e o bilhete só custa 14€. 🙂

Saímos ansiosos por um chocolate quente, fomos até um que nos foi recomendado, Angelina, uma casa de chá típica de Paris muito requintada em frente ao Jardin des Tuileries, fizemos uma pausa, para um lanche e fomos para casa a pé ter com os nossos amigos. Tinha sido mais um dia maravilhoso que acabou com um jantar num spot repetido que tínhamos adorado e era ao lado de casa: Le Pause Café. Tínhamos ido ao almoço e é totalmente diferente, cheio de gente da nossa idade e com muita vida, experimentámos outros pratos e um bolo de chocolate incrível!!! Demos um volta, muita conversa, vinho e fomos dormir, a andar 20km por dia não dava para muito mais.

No dia seguinte o Domingos acordou e foi correr, ainda era cedo, chegou todo contente, fomos tomar o pequeno-almoço ali perto e fomos até ao Trocadéro, para mim a vista mais imponente da Toure Eiffel. 🙂 Daí apanhámos o metro e fomos até à Fondation Louis Vuitton, um edifício de arquitetura contemporânea do Frank Gehry. Gostei, mas não amei, não tinha nenhuma exposição a decorrer, mas valeu a pena o passeio, tem jardins muito giros.

Fomos diretos para a zona de Montmartre almoçar, tentámos o Pink Mama que nos foi recomendado, mas às 14h já não serviam, entrei e era muito giro. Seguindo a recomendação da rapariga que nos recebeu fomos para o Le Basilic, um restaurante francês de que ficámos fãs, estava tudo delicioso e com vinho pagámos 30€ os dois, valeu super a pena!!!!! É o que eu digo, afinal é possível ir a Paris, gastar pouco dinheiro, comer bem e ir a sítios giros!!!

Fomos passear pelo bairro, ver a Sacré-Coeur, ver as vistas, passear, desfrutar sem pressas. 🙂 Acabámos num jardim que adoro, o Des Vosges, a lanchar na Garrette, que tem, este sim, o melhor chocolate quente!! Andámos a passear na zona que tem lojas lindas, a da Adidas é um sonho!!! À noite chegou a minha irmã e o João e fomos jantar ao Le Café du Centre, de que ficámos fãs, quem come lá bife tártaro diz que é o melhor, para não falar dos profiteroles que eram um sonho, e com preço também top!!! Bebemos umas cervejas, rimos e fomos passear, andámos imenso, fomos ao Louvre, foi uma noite mesmo gira!!

Valeu muito a pena e o meu marido ficou rendido a Paris, e ao contrário do que ele imaginou não é nada caro, temos é de saber escolher onde vamos! 🙂 Não deu para ver tudo o que queríamos, mas assim é um pretexto para voltar. 🙂

❤️❤️

E quando as tuas filhas invadem o teu banho ?
As Mães também param!
0 Comentários

Deixe um comentário