A primeira natação com os 4 bebés!

 

A vontade de ir com os 4 à natação já não é de agora. No entanto, os pensamentos sobre a logística assustavam-me e acabei sempre por não avançar neste desafio.

A Matilde e o Tomás já tinham feito duas aulas, mas com a descoberta da segunda gravidez fui obrigada a parar.

A natação é, para mim e para o meu marido, muito importante, mas com 4 bebés a logística não é fácil, até porque não podia ir sozinha.

Numa conversa em desabafo com o meu irmão (está a preparar a tese e a partida para ir viver para fora), ofereceu-se para ir comigo e ajudar-me neste programa/apresentação dos bebés ao mundo aquático.

Fiz várias pesquisas e optei pelo Espaço Ama, pois gostei muito do professor quando o fui conhecer e falar com ele e pareceu-me bastante compreensivo para agilizar da melhor forma a vinda dos 4.

Hoje fomos pela primeira vez experimentar e foi um sucesso! 👏

Primeiro entraram as gémeas. Um bocado tensas e meias a medo ao princípio, mas logo ficaram tranquilas e descontraídas.

Uma com o Pedro e outra com o tio Bernardo, enquanto eu fiquei com as outras feras que queriam mexer em tudo.

Depois a troca para a Matilde e o Tomás, a Matilde foi quase sem medos! O Tomás estava meio apreensivo, mas peguei nele e coloquei-o no colo do Pedro e passado uns segundos já estava descontraído. Os dois todos contentes e felizes com o meio aquático.

Todos fizeram birras para sair da água, mas a pior foi a Maria do Carmo, que ficou mesmo ofendida por ter de sair da água. 😂

No caminho, que não foi longo, a Francisca mais uma vez vomitou tudo e chegou à aula já em fralda…ficou o carro todo sujo.

Tenho mesmo de arranjar uma solução para esta questã,  que já ultrapassa o facto de ser só em viagens e é apenas num trajeto curto. Sugestões? 🙂

Quando chegamos ao carro, o Tomás perguntou logo se podia voltar que tinha gostado muito.

Fico contente de ter corrido bem e de eles terem gostado, pois teriam de ir mesmo que não adorassem. Para mim é imprescindível, não só que saibam nadar, mas principalmente que se habituem à água, que aprendam a estar confortáveis no meio aquático, que conheçam as suas coisas boas mas também os seus perigos e que ganhem respeito a esse ambiente.

Beijinhos e até amanhã.

P.S.Desculpem a qualidade das fotografias mas, com o telefone e com esta luz não deu para melhor.

IMG_6038 IMG_7635 2

Related Posts

6 Discussion to this post

  1. Ana Tapada diz:

    Olá! Eu era como a Francisca em miúda, bastava ir de Lisboa a Cascais para vomitar . só me passou lá para os 15 anos. Felizmente as minhas gémeas não apanharam isso da mãe. Com a idade aprendi a controlar, se fosse a cantar ou a mascar pastilha não vomitava. e já pegava num saco que a minha mãe punha ao pé de mim para o caso de ficar mal disposta e não ter tempo de avisar.
    Nesta idade, como a Francisca tomava umas gotas da Fenistil, uns 20 minutos antes de entrar no carro próprias para o efeito. Mas isto foi à 30 anos não sei se ainda existem. Beijinhos

    • Isabel diz:

      As minhas filhas enjoam e comprei umas
      Pulseiras para o enjoo na farmácia e resultam é só por quando se entra no carro e faz efeito

  2. Maria diz:

    Pulseiras da farmácia sim. Cá em casa resultou sempre.

  3. Inês Almeida diz:

    Experimente as pulseiras para o enjoo que se vendem na farmácia

  4. Pilar Jardim diz:

    Uma das minhas gémeas também enjoa bastante de carro, barco e avião… o que eu tenho é uma taça plástica no carro e ela já sabe os sintomas, quando está maldisposta pede a taça e vomita para lá (pelo menos não suja o carro todo) – Ela já tem essa noção de pedir a taça desde +/- os 2 anos, antes de facto não é fácil, pois ainda não verbalizam!
    Tento evitar dar-lhe laticinios antes de viagens, ajuda bastante
    Vou experimentar as pulseiras da farmácia

  5. Cá por casa andamos um período assim com o mais novo e descobrimos que o problema era da posição da cadeira. A cadeira tem que ir inclinada, quase deitada. Se a colocarmos na posição sentada, ele vomita pouco depois de o carro arrancar.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *