Um susto dos grandes – um perigo para o qual vos quero alertar!

0 Comentários

Um susto dos grandes – um perigo para o qual vos quero alertar!

Ontem tive um dos maiores sustos desde que fui mãe. O meu coração congelou, fiquei mesmo aflita!

Ora, estava eu a deitar as gémeas e a Matilde, enquanto o Tomás acabava de arrumar a cesta. A Matilde estava a fazer uma grande birra e eu a tentar acalmá-la e a falar com ela, pelo que não ouvia mais nada. Quando, de repente, o Tomás aparece no quarto a dizer que está lá em baixo alguém para entregar uma coisa, sendo que nunca me passou pela cabeça que ele poderia ter aberto a porta.

Mas, quando desço, vejo que a porta estava aberta!! À porta, meio aflita, estava uma senhora para nos fazer uma entrega. Eu fiquei congelada, branca, nervosa, sem saber o que dizer. Diga-se, aliás, que não sei qual de nós estava mais aflita com a situação.

Falei com o Tomás e expliquei que a porta não se abre a ninguém e que tinha de me ter chamado. Nesse dia, com a correria, a minha empregada saiu e não trancou a porta e eu também não.

Apanhei um susto valente. Graças a Deus não passou de um susto, sem consequências. Mas valeu pela lição que deixou: é preciso ficar sempre alerta, não deixar NUNCA de trancar a porta. Por mais ensinadas que estejam, as crianças são imprevisíveis e estão sempre a surpreender-nos.

Ainda estou parva e sem palavras e claro que imaginei mil e uma situações.

🙁

As Mães também erram!
0 Comentários

Deixe um comentário