Mudanças, das grandes!

6 Comentários

Mudanças, das grandes!

É com um misto de alegria e tristeza que vos conto um segredo!

Há dez anos, quando ainda namorávamos, o Domingos desafiou-me a comprar um terreno para construirmos uma casa.

Lá fui com ele ver o terreno. No entanto, como na altura ainda não conseguia perceber o potencial do buraco(!) que ele me mostrou, fiquei assustada. Só quando o Domingos me fez um desenho percebi a casa que podíamos vir a construir.

Na verdade, era mais que uma casa: era o primeiro projecto que o Domingos realizava sozinho. Seria uma aprendizagem muito importante no início do atelier phddarquitectos. Mas era também o nosso primeiro grande projecto a dois. 

Na altura ainda não estávamos noivos, nem sabia que isso podia acontecer, mas fui na conversa apaixonante do Domingos e, com a ajuda do banco, começámos a construir um sonho, o nosso sonho. Sem dúvida uma parte muito importante da nossa história. 🙂 

Na altura comprámos o terreno, mas só mais tarde, já casados e com as vidas profissionais mais estáveis, começámos a construir. Foi um processo longo, até porque na altura o meu marido estava a lançar o atelier e, assim, teve que dar prioridade aos projectos dos clientes.

Acabámos por nos mudar para a casa apenas quando as gémeas nasceram e, até hoje, fomos muito felizes nesta casa. São tantas as memórias que guardamos em cada canto desta casa!

No entanto, com a chegada do Xavier e, bem assim, com um marido arquitecto sempre atento a oportunidades, decidimos que era altura de partir para outras aventuras e, por essa razão, era momento de vender a casa. E assim foi.

Quando decidimos vender a casa ainda estava grávida e digo-vos que chorei muito porque fui – e sou – mesmo feliz aqui. Aliás, fomos e somos muito felizes aqui. A mensagem para os novos proprietários foi simples: fartem-se de ser felizes. Esta casa tem um poder enorme e especial de proporcionar bons momentos.

Mas a vida é mesmo assim. Por vezes é preciso mudar, descobrir novos cantos, criar outras memórias numa nova casa que certamente nos fará muito felizes.

Agora, como podem imaginar, o processo de saída tornou-se ainda mais difícil do que esperávamos com esta pandemia. No entanto, vamos começar as mudanças já nas próximas semanas.

Para já vamos para uma casa provisória. Daí iremos assistir, todos juntos, ao crescimento da nossa nova casa, onde tenho a certeza de que iremos ser muito felizes.

Chegou a hora de nos despedirmos do nosso primeiro projecto juntos. E é (já) com saudades que deixamos esta casa.

❤️

Nós ficamos em casa!
6 Comentários
  • Sónia Faria

    Responder

    Como eu a entendo. Tenho quatro filhos e a casa atual já se torna pequena para todos. Surgiu a oportunidade de comprar outra casa na zona onde eu morei até aos meus 10 anos de idade, mas mesmo assim não é fácil! São muitas as recordações e momentos felizes que temos nesta casa!!! Mas pelo bem da nossa família lá vamos nós depois de fazer algumas obras mudar e dar mais um passo importante!!

  • Vanda

    Responder

    Parabéns e boa sorte. Certamente iram continuar a ser muito felizes. Por aqui também estamos a projetar uma grande mudança, uma nova casa, uma nova cidade, uma nova vida…tudo vai correr bem. Beijinhos e muitas felicidades

  • Verónica Isabel Coelho

    Responder

    Já eu, não consigo encontrar casa. Precisava de espaço para os miúdos. E casas com espaço custam mais de 200000€.
    Triste…

  • Claudia

    Responder

    Chorei muito para deixar o apto onde vivemos por 27 anos. O apto que viu meus filhos nascerem , crescerem e tornarem -se adultos. Viu nossos piqueniques no meio da sala, as bonecas espalhadas, os carrinhos estacionados no quarto, os churrasquinhos de domingo na varanda, viu até os namorados e namoradas entrarem porta a dentro e sentarem-se no sofá. Viu um monte das nossas conquistas.

  • Ana Proença

    Responder

    Que tudo corra bem no novo Lar, a felicidade está onde estão juntos em Família! Felicidades!

  • Silvia Tiago

    Responder

    ♥️

Deixe um comentário