Pesadelos??

9 Comentários

Pesadelos??

Quem sofre deste mal aí em casa?

Há já uns meses largos que os pesadelos moram cá em casa.

Por incrível que pareça, nos últimos 6 meses só a Maria do Carmo não teve pesadelos. Quando estivemos em Porto Santo, talvez por estarem tão cansados na hora de ir para a cama, não acordavam.

Engraçado ou não é que os pesadelos são sempre à mesma hora, entre as 23h e as 24h.

Achei que ia ser uma coisa passageira, mas a verdade é que é todos os dias a mesma coisa.

Vou lá, dou-lhes a mão, abraço-os até se acalmar em e ficam bem, muitas das vezes estão de olhos fechados a dormir.

Alguém tem dicas, passou pelo mesmo durante tanto tempo?

Obrigada.

Programas fim-de-semana 21 e 22 de Julho!
Pragas? 
9 Comentários
  • Atb

    Responder

    Terrores noturnos? A minha filha teve até aos 5 anos e agora com seis de vez em quando também tem. Ocorrem 1a 2 horas depois de adormecerem e o truque é não os acordar. Cá em casa os episódios duram 5-10 minutos e depois dorme. Dá-se na mudança do sono. De manhã não se lembra. Do que me explicaram é deixá-los crescer!

  • Ana Melo

    Responder

    Olá, Mariana! Pelo que descreve parecem ser terrores nocturnos pois costumam ocorrer na 1ª metade do sono e com crianças mais novas… informe-se com o seu pediatra. Se for grave ele pode ajudar.

  • Alexandre

    Responder

    Pela descrição e terrores nocturnos, tratei com homeopatia . Deixou de ver desenhos animados/tv à noite. Tento que faça sempre a sesta. E quando acontece o terror nocturno ligo música que gosta. O terror nocturno para criança não sente nada nem se lembra de nada, torna se incomodativo/stressante para os pais pela incapacidade de nao conseguir acalmar.

  • Elisabete

    Responder

    O meu filho mais velho, tinha imensos pesadelos, os chamados “terrores noturnos” juntamente com crises de sonambulismo. Foi muito complicado lidar com o problema no início, porque ele simplesmente “acordava” a chorar, com os olhos muito abertos, dizendo palavras soltas sem grande nexo. O que eu fazia, era levá-lo calmamente à casa de banho, conversava com ele, lavava-lhe a cara para ele despertar.

  • Elisabete

    Responder

    Para terminar: de manhã, falava-lhe sobre o que tinha acontecido e ele não se lembrava de nada. O que era mais chato, é que na maior parte das vezes, ele ficava de tal forma aflito, que vomitava. Com o tempo, os pesadelos foram acalmando e hoje, com 10 anos, deixou de ter essas crises.

  • Ana

    Responder

    Há crianças mais propensas a terrores nocturnos do que outras, uma questão talvez de sensibilidade. Dos meus filhos, só um teve, mas chegou. Ele acordava aos gritos e tinha visões que o assustavam tanto que já tinha medo de dormir. Eu própria pensei que não aguentava passar outra vez por aquilo, mas felizmente não passei.

  • Susana pinto

    Responder

    Quando eles não acordam e não se recordam no dia seguinte são os chamados terrores noturnos. São normais fazem parte do normal desenvolvimento das crianças e passam.

    • Susana Pinto

      A minha filha teve com 3 anos acordava a chorar. Parecia uma birra, durava uns 15 minutos levantava-se da cama esperneava no chão mas sempre de olhos fechados e sem acordar.

  • SANDRA MENDES

    Responder

    Cá em casa foi entre os 5 e os 6. Mas eram mesmo terrores nocturnos, começava a chorar, por vezes levantava-se e chegou a vomitar.
    De manhã não se lembrava de nada.
    Para mim era muito angustiante mas ele acordava e em 90% das vezes não se lembre-se nada.
    Espero que melhore rápido 🙂

Deixe um comentário