Aventura de Autocaravana Beira Baixa 2 parte!

8 Comentários

Aventura de Autocaravana Beira Baixa 2 parte!

Aqui estou eu para contar mais sobre a nossa viagem pela Beira Baixa de Autocaravana! 🙂

Para começar digo-vos que foi uma experiência incrível para todos, de nós, só o Domingos tinha andado de autocaravana com os amigos. 🙂

Depois de passar Oleiros seguimos até á zona de Penamacor e foi a altura onde tivemos assim mais “aventura”! 🙂 Fomos pela Serra da Malcata por um caminho meio louco mas lindo, onde vimos um dos pôr do sol mais bonitos de sempre!!

Depois seguimos à procura de um local onde já queríamos dormir, mas estava fechado :(, então partimos para outro e acabamos por descobrir um super spot para dormir de Autocaravana: Praia fluvial da Benquerença “O Moinho”, quando chegámos não víamos grande coisa, mas sabíamos que estávamos perto da água e isso era mesmo o que queríamos. 🙂 Acordamos e fomos todos diretos ao banho e por lá ficámos durante o pequeno almoço . 🙂 Depois seguimos para outro destino que tínhamos alguma curiosidade, a praia fluvial do Meimão que está de frente para a Reserva da Serra da Malcata, lindo!!! ! Fartamos-nos de nadar, de passear de colchão de água, os miúdos estavam felizes!! Também tem piscinas flutuantes , para quem gosta! 🙂

Depois do Meimão demos mais uma volta pela zona de Penamacor e seguimos para o destino seguinte: Idanha a Nova que nos conquistou e nos fez pensar como é que nunca tínhamos ido a esta zona, cheio de coisas bonitas para ver!!!!!! Fomos diretos a Monsanto que é conhecida como a “aldeia mais portuguesa de Portugal” e na minha opinião, tem o castelo mais bonito que já vi!!! FIquei deslumbrada com a beleza, subimos até ao alto do castelo e apesar do calor a subida valeu mesmo a pena, era um erro não ir lá em cima!!! De Monsanto, depois do pôr do sol fomos para Penha Garcia, o local que escolhemos para dormir nessa noite foi a barragem de Penha Garcia, onde não vimos ninguém, lindo! Acordámos e mais uma vez demos um mergulho, depois do pequeno almoço seguimos para a piscina do Pego, uma piscina natural rodeada por estratos fósseis com cerca de 480 milhões de anos, formada por um açude inserida no Parque Icnológico de penha Garcia! Depois de muitos mergulhos, fomos até á barragem de Idanha-a-Nova onde estivemos o resto do dia! A barragem é enorme, foi construída em pleno Estado novo, é linda e cheia de espaço, posso vos dizer que só vimos dois carros, com duas famílias e mesmo assim de longe!!! 🙂 Depois mais ao fim do dia fomos ver mais uma aldeia histórica: Idanha-a-velha, também muito gira, com uma ponte romana e uma igreja linda! 🙂 Depois antes de irmos jantar fomos ver o pôr do sol à Barragem, vale muito a pena, é lindo!! Jantámos no restaurante Helena na zona histórica, e fomos recebidos lindamente, uma simpatia fora do normal!!! 🙂

Dormimos com vista para a barragem e por lá passamos a manhã, depois do almoço continuamos o nosso passeio à descoberta de mais um lugar da Beira Baixa, despedimo-nos de idanha e fomos até à zona de Castelo Branco onde visitámos a praia fluvial de Almaceda e a aldeia de Xisto Martim Branco, a aldeia parecia deserta, não vimos ninguém, tinha um forno a lenha comunitário muito giro e uma mini cascata onde os miúdos estiveram a tomar banho. 🙂

Ao fim do dia seguimos até Proença-a-Nova, mais precisamente praia Fluvial da Cerejeira, onde ficámos a dormir dois dias!!! Adorámos, tudo espetacular!!!! Praia, água, cascata, bar, areia, quase ninguém, pôr do sol, tudo perfeito neste bocadinho de Proença-a-Nova!!!!!! Pelas fotógrafias podem ver o bonito que é!!! Aqui fizemos amigos, o casal jovem que trabalhava no bar, o Tomás foi pescar com ele, muito queridos, passámos dois bons fins de tarde a beber umas cervejas e a dar mergulhos, estava um tempo espetacular que só convidava a mergulhar!!!!

Da Cerejeira fomos para o Malhadal, outra praia fluvial da zona de Proença-a-Nova, muito gira também e num verão normal sem covid até insufláveis para os mais novos tem! 🙂

De lá seguimos para Vila Velha de Ródão para ver o famoso Monumento Natural das Portas de Ródão, que constitiu o ex-libris Natural de Vila Velha de Rodão, onde o Tejo corre entrincheirado entre gigantes quartzíticos, LINDO!!!

Como já não tínhamos muitos dias e a viagem estava a terminar, resolvemos voltar para Oleiros, onde tudo começou para tudo terminar no mesmo local e porque ainda tínhamos algumas coisas que gostávamos de fazer por lá!

Fomos para Cambas para um mergulho de final de dia e depois seguimos para o Miradouro do Cabeço do Mosqueiro para ver o pôr do sol, que é simplesmente lindo.

O Miradouro fica a 660 metros de altitude, e de lá temos uma vista panorâmica incrível onde se vê até a Serra da Estrela!!!!! Dormimos lá, de manhã os miúdos brincaram no parque de merendas onde tem algumas atrações para os mais novos, comemos pão quente de forno a lenha de Orvalho e fomos ver a Fraga de Água Alta, um local maravilhoso no meio da natureza com cascatas para uns mergulhos maravilhosos!!! <3

Oleiros é um concelho muito bonito, sem dúvida, terminamos a almoçar na praia fluvial de Cambas, onde tudo começou para terminar o dia em beleza antes de entregarmos a Autocaravana!!!!!

Correu muito bem com a logística da autocaravana. Como tenho muitas perguntas que vocês me fizeram, vou escrever um texto só sobre essa parte!!! ( bebés, noites, camas, roupas, etc etc..)

Se tiverem mais dúvidas deixem por aqui ou nas redes sociais. Vou também fazer um guia rápido da viagem!!

Espero que tenham gostado, para nós esta viagem vai ficar para sempre na memória!!!

Aventura de Autocaravana Beira Baixa 1
8 Comentários
  • Sonia

    Responder

    Quantos dias foram no total? Dormiram sempre em locais autorizados? Como identificavam locais para dormir? E as refeicoes como faziam? Bjs

  • Isabel Cabral

    Responder

    Adorei acompanhar cada diauma verdadeira inspiração. E para o ano há mais? Deviam fazer um local novo todos os anos. Nós por cá ficamos à espera ✌️

  • Zé Pequeno

    Responder

    Parabéns pela viagem, só é pena não terem cumprido a lei e ficado a pernoitar em locais proibidos para isso.

    E sim, por ter uma autocaravana não quer dizer que podemos parar para dormir em qualquer local, e o vosso testemunho só vem “promover” o incumprimento.

  • Anabela

    Responder

    Parabéns à família! Pela vossa aventura ! Beira Baixa está de Parabéns por deixar os Autocaravanistas gastar dinheiro ai ❤❤❤

  • Antunes

    Responder

    Quero solicitar Beira Baixa
    Assim os Autocaravanistas podem fazer turismo por aí !!! Gastar dinheiro ajudar a economia !!! Só é pena que nem todos vejam isso ❤
    Eu como Autocaravanista que sou gasto algum dinheiro ! Ajudo a economia na Beira Baixa ❤
    Parabéns a esse casal pela aventura !!!

  • ALBERTO CARVALHO NETO

    Responder

    Foi com certeza umas belíssimas férias. também ando com a ideia de fazer uma idêntica com as netas, mais por castelos e o portugal do pequeninos.
    Campo já o temos e bastante e por isso fazer um fim de semana com as pequenas para apreciarem o auto-caravanismo.
    Quanto a cumprirem ou não com as ditas “leis”, cada um faça como entenda e não quiseram motivar ninguém com certeza.

  • António Oliveira

    Responder

    Parabéns pelo excelente blog.

  • Paulo Ribeiro

    Responder

    Muitos Parabéns pelo vosso espírito de aventura e por estarem a promover uma zona tão bela e que tanta ajuda necessita. Autocaravanismo, caravanismo e campismo neste formato deveria de ser mais existente e promovido pois sendo feito de uma forma consciente e respeitadora, permite explorar de melhor forma e com um maior sentimento de liberdade.

Deixe um comentário