Porto em dezembro!

4 Comentários

Chegámos ao Porto na quinta à noite e até hoje não parámos, mas tudo sem pressas e sem stress.

Este fim-de-semana vi um Porto que não conhecia e que me agradou muito. Ficámos instalados no hotel Vila Galé do Porto e adorei, é um hotel muito baby friendly e com uma vista incrível!!!

O Porto está lindo e cheio de vida, com milhares de turistas a passear pela baixa e com muita animação.

Vi muitas famílias a desfrutar e a viver o Porto. Fiquei feliz: está diferente e muito à frente.

Restaurantes, bares e lojas cheias de pinta  por todo o lado e tudo cheio. Bares com mesas na rua e aquecimento onde nos podíamos sentar e desfrutar do ambiente das ruas sem ter que estar fechados, assim como noutras cidades europeias onde, quer seja verão ou inverno, as pessoas estão nas esplanadas e o ambiente nas ruas é sempre quente.

Passeámos muito pela baixa, fomos ver as luzes e a árvore de Natal à a Avenida dos Aliados. Fiquei encantada com os baloiços com palavras luminosas onde nos podíamos sentar e tirar fotografias bem giras para mais tarde recordar. ❤️

Como o sol nos acompanhou durante todo o fim-de-semana, também aproveitámos para brincar com os miúdos na praia, um almoço numa esplanada ao lado de um parque infantil que fez as delícias dos miúdos. O Tomás fez uma grande birra porque não queria abandonar o barco dos piratas, o parque tinha a forma de um barco e o Tomás dizia que era o capitão! 😂😂

Estavam felizes e, como eles diziam, a adorar a casa nova, o hotel! Diziam a toda a gente que estavam numa casa nova do Porto e que era giro e que tinham uma  cama grande.

Por incrível que pareça, quando acordavam de manhã, não se levantaram uma única vez, chamavam sempre por nós para irmos lá, o que me deixou tranquila pois estão habituados a dormir em cama de grades.

Foi um fim-de-semana que deu para aproveitar muito a família e os amigos, consegui matar saudades, desfrutar de um belo jantar natalício de amigas e o pai até fez Surf. Apenas faltou a Maria do Carmo e a Francisca, mas ficaram também cheias de mimo em casa dos avós paternos, mas fica a promessa de um fim-de-semana com elas para desfrutar.

Às vezes é um bom fim-de-semana só com dois, com quatro não conseguimos que eles façam tantas coisas e que desfrutem tanto, é difícil dar atenção a quatro bebés e andar com eles de um lado para o outro, principalmente neste tipo de “turismo”.

O Porto está na moda e merece, parabéns!

Voltaremos em breve para continuarmos a ser turistas, adorámos!

Boa semana!

 img_2973

Casaco cumprido | Knot

Botas | Pisamonas

Calças | Zippy

img_3056

Túnica | Meio Metro de Mimo 

Ida ao Zoo de Snato Inácio

(conto tudo amanhã ao promenor)
img_3058-1

Carteira | Parfois

Óculos | Ray Ban

img_2994

Camisola | Knot 

Calças | Zippy

img_2995

img_2997

Camisola | Knot 

Sapatos | Pisamonas

Calções | Zippy

img_2998img_3052-1img_3055-1img_3002 img_3047-1

Gorro | Sal & Pimenta img_3053-1img_3059 img_3061

Primeiro cone Santini

img_3051

Almoço de domingo

img_3057-1img_3048-1

Laço | Mmi

Acordar com as vistas do Porto!
Em Fátima para agradecer e rezar!
4 Comentários
  • C.

    Responder

    Parabéns, tem uma família muito bonita… Contudo ao ver estes blogs de “mães perfeitas” fico com um bocadinho de inveja, verifico que esta vida não é acessível ao comum dos mortais, ou seja, às mães comuns… tenho dois filhos, e o meu orçamento não me permite, nem de longe fazer este tipo de turismo… gostava muito de proporcionar estas aventuras aos meus filhos, mas não é possível. Chego à conclusão, que com as regalias que as “blogueiras” têm, é mais fácil fazer os filhos felizes e consequentemente ter uma família mais feliz!! Difícil, é fazê-los felizes com o pouco que temos. Não me leve a mal…. não estou a falar do seu blogue em particular, mas no geral. Um beijinho.

    • Mariana Seara Cardoso

      Olá! 🙂 Desde já agradeço a sua mensagem e partilha. Mas, se me permite, vou-lhe contar um segredo de “mãe perfeita”: tenho 4 filhos que me enchem o coração todos os dias; 4 filhos que me enchem de orgulho pela cumplicidade, entre-ajuda, amizade que têm entre eles; 4 filhos que, apesar de algumas birras ou noites mal dormidas, sorriem para mim no fim do dia e apagam qualquer réstia de cansaço; 4 filhos que brincam entre eles e connosco, sem precisar de mais nada para estarem contentes; 4 filhos que me fazem acreditar poder ser melhor todos os dias e, assim, ser essa “mãe perfeita”! Para mim, “mãe perfeita” é isso mesmo, poder acompanhá-los nas suas aventuras, brincadeiras; poder dar-lhes o mimo que eles tanto gostam; poder educá-los com os valores mais humanos e simples possíveis! E, quando vejo os meus filhos crescer assim, olho, sorrio, dou graças por ser essa mãe! “Mães perfeitas” são – somos – todas aquelas que amam, que cuidam, que se preocupam – há algo mais perfeito do que isso?
      Este tipo de mãe perfeita que aqui lhe falo, penso que já o era antes de ter o blog. O carinho é o mesmo, o amor é o mesmo.
      É certo que, por vezes, o nosso trabalho, hobbie, etc permite-nos oferecer algo mais, seja por ter um blog, seja por trabalhar na área do marketing, em medicina, numa loja, ser atriz de teatro… Ufa, tanta coisa. Mas esse algo mais não é o que faz de nós as tais “mães perfeitas”. Até porque não é por termos um blog (ou outra profissão/hobbie) que um passeio ao ar livre no parque, ir ver as luzes de Natal ou as estrelas no céu, passear na areia da praia e fazer castelos, ou passar uma tarde de mimos, custa mais do que o nosso amor. Nada traz e nada promove o nosso amor mais do que ele próprio: o amor. E é esse amor que faz de nós as tais “mães perfeitas”! Pelo que todas nós temos possibilidades de sermos mães perfeitas! Porque a mãe perfeita não é mais do que a mulher comum, que trabalha todos os dias, que faz o jantar, que sua no ginásio, que muda a cama 4x porque um ou outro vomitou, que lhes conta uma história antes de dormir, que se esforça todos os dias para ser mais e melhor! Que sejamos todas mães comuns, mães perfeitas e, acima de tudo, que saibamos fazer os nossos filhos felizes da melhor forma que pudermos!
      Um beijinho e obrigada

      • Diana Moraes

        Adorei esta resposta! <3

Deixe um comentário